Resenha: Paixão Sem Limites



Blaire Wynn não teve uma adolescência normal. Ela passou os últimos três anos cuidando da mãe doente. Após a sua morte, Blaire foi obrigada a vender a casa da família no Alabama para arcar com as despesas médicas. Agora, aos 19 anos, está sozinha e sem lugar para ficar. Então não tem outra escolha senão pedir ajuda ao pai que as abandonara. No entanto seu pai viajou com a nova esposa para Paris, deixando Blaire ali sozinha com o filho dela, que não parece nada satisfeito com a chegada da irmã postiça. Rush Finlay é filho da madrasta de Blaire com um famoso astro do rock. Extremamente sexy, orgulha-se de levar várias garotas para a cama e dispensá-las no dia seguinte. Blaire sabe que deve ficar longe dele, mas não consegue evitar a atração que sente, ainda mais quando ele começa a dar sinais de que sente a mesma coisa. Convivendo sob o mesmo teto, eles acabam se entregando a uma paixão proibida, sobre a qual não têm nenhum controle. Mas Rush guarda um segredo que Blaire não deve descobrir e que pode mudar para sempre as suas vidas.


Paixão sem limites foi um livro que assim de cara não me impressionou e muito menos fiquei com vontade de ler. Mais vi algumas blogueiras fazendo um fuzuê com esse livro, e resolvi ir conferir o que elas tinham visto nesse livro aparentemente sem graça.

Assim que li a primeira pagina, apaixonei. Amei a escrita envolvente da Abbi Glines, e depois só parei de ler assim que cheguei na ultima pagina. Esse livro é incrível. E me arrependi de não ter lido ele logo.

Blaire, é uma garota forte e determinada que não aproveitou sua adolescência como as outras garotas. Sua vida foi cheia de sofrimento e dor. Então quando a sua mãe morre, ela tem que pedir ajuda para o pai que a abandonou. Blaire é então obrigada a ficar com seu irmão postiço Rush Finlay, por que seu pai foi para Paris.
Rush Finaly a perfeição em pessoa, um deus grego, lindo, maravilhoso, sexy, gostoso, e tudo o que uma garota sonha (me apaixonei por ele ♥ ) só que ele “não gostou” de Blaire e quer ela o mais longe possível. No entanto Blaire não tem pra onde ir, e Rush é obrigado a deixa-la ficar.
Só que os dois vivendo sobre o mesmo teto e super atraídos um pelo outro logo ele se entregam a uma incrível e selvagem paixão.
Uma coisa que nos tira do serio é o segredo que o Rush esconde da Blaire. Passamos o livro inteiro tentando descobri que segredo é esse, e quando ele é finalmente revelado  me deixou bastante surpresa. 
Esse livro é um new adult com cenas muito quentes. É impossível para de ler assim que você começa e as partes quentes te deixa literalmente sem folego. A Blaire é muito decidida e meio louca às vezes . Só que gostei dela.  E além do mais ela tem uma arma kk. Agora o Rush é um caso perdido ♥. É lamentável que ele seja apenas um personagem. Teve é claro alguns personagens que me deixaram morrendo de ódio, como a Nan irmã do Rush, garota insuportável.
Paixão sem limites é aquele romance cheio de clichês, teve algumas coisas que não gostei. Mas foi um livro que me surpreendeu bastante, gostei muito. É uma pena que seja uma trilogia. Agora estou ficando louca para ler a continuação que é Tentação Sem Limites.
Tá na cara que eu recomendo esse livro neh?! Ele é muito bom, vale a pena ler. Leiam para se apaixonarem perdidamente por Rush Finlay.
Espero que tenham gostado, beijos!


11 comentários:

  1. Olá Kelly!
    Está certíssima em recomendar esse livro! É muito bom mesmo, eu sou apaixonada! rs.
    Adorei a sua resenha, parabéns :)
    Beijos :)
    Ana M.
    http://addictiononbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Ana, obrigado! *-*
      Não dá pra ler e não se apaixonar neh?! rsrs
      Beijos ♥

      Excluir
  2. Oie,
    estou doida para ler este livro, mas ainda não cheguei nele :(
    Adorei a resenha. Me deixou mais curiosa

    bjos

    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Vanessa, muito obrigado linda.
      Beijos *-*

      Excluir
  3. Gostei muito da resenha.
    Comigo aconteceu a mesma coisa, me apaixonei por Blaire na primeira página, pena que depois essa paixão foi esfriando.
    Sei lá, acho que ela mudou muito de personalidade durante a história, aquela garota forte que apontava uma pistola mudou muito. E o Rush também, de mulherengo a bonequinho de luxo. Mas num todo o livro foi legal. Curti.

    Bjkas

    Lelê Tapias
    http://topensandoemler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Lelê, pois é. Foi uma pena a Blaire do começo era bem mais legal, só que eu gostei mais do Rush depois, o do começo era um pouco irritante.
      Obrigado, beijos *-*

      Excluir
  4. Já li e também gostei ;) Se prepara para o outro volume.
    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Luiza, que legal. Ahh nem vc me deixou curiosa! :(
      Beijos *-*

      Excluir
  5. Waaaaaa, pre-ci-so ler este livro! Adoro romances nos quais o casal se "odeia", mas esse ódio apenas existe por uma intensa atração… <3 Tenho certeza que adorarei o livro, assim como você, flor! :D Ótima resenha. ;)

    My Queen Side

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiii Francine, eu tbém gosto bastante, além de deixar o livro bem melhor e muito mais empolgante! kk
      Obrigado linda, beijos ♥

      Excluir
  6. Li essa série em inglês e gostei, mas não achei isso tudo que o povo está achando desde que lançou por aqui.
    Quando li eu gostava mais do Woods do que do Rush (o povo vai me tacar pedra rs). Também gosto do Grant <3
    Já comecei a ler a série do Woods e não gostei tanto porque acho que a autora o descaracterizou entre uma série e outra. E pretendo começar a do Grant em breve!
    Muito boa a resenha!

    Bjs,
    Andresa Dias
    http://leiturasefofuras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Obrigado pela visita e deixe seu recado!!