Resenha Pode Beijar A Noiva


Apenas um homem poderia propor a ela casamento... 
Emma Van Court, dama de uma família londrina, jamais esperava ficar viúva e sem vintém na aldeia escocesa de Faires. E quando uma fortuna lhe foi prometida, se ela tornasse a se casar, a bela professora deparou-se com um mosaico de homens solteiros lutando por suas atenções, desde o pastor local até um detestável barão. 

Um doce beijo selaria aquele amor... James Marbury, conde de Denham, era moderno e sofisticado... e totalmente desacostumado às estradas lamacentas e aos telhados de palha de Faires, para onde viera depois de saber do falecimento de seu primo Stuart. E sem demora ficou exasperado ao descobrir que seu amor louco e intenso pela viúva Emma continuava tão forte quanto antes. 

Diante de tantos homens solteiros que a cortejavam, James encontrou uma única solução: oferecer-se como marido temporário para Emma... mesmo que secretamente ele desejasse fazer seus votos durarem para sempre.  (Skoob).



Pode Beijar a Noiva de Meg Cabot, sob pseudônimo de Patrícia Cabot relata a história de uma dama londrina que deixou tudo para ser “feliz” ao lado de um cura na Escócia. Mas Emma não parece ser de muita sorte, pois logo o seu esposo morre e a deixa sem nada em uma casinha simples. A jovem de 19 anos torna-se professora na aldeia e de repente recebe um testamento misterioso de 10 mil libras que ela só poderá colocar as mãos quando se casar novamente, este despertará o interesse dos homens escoceses que vão do pastor local até um detestável lorde.
Mas a sorte de Emma parece mudar, James, conde de Denham e primo do seu falecido marido vai em busca do corpo do morto e é claro da viúva  a quem ele ama há muito tempo. Emma não é uma mulher fácil de convencer, mas se tratando de James, ainda mais quando ele propõe um casamento temporário só para ela pegar o dinheiro...

Não seria tão fácil como imaginara. Em seus planos, ela se esquecera do olhar do conde, que era cor de avelã e que mudava de tom, do mais dourado ao verde-escuro, dependendo da luz. Independentemente da cor, os olhos eram sempre penetrantes... e por vezes duros ou insensíveis.

Posso dizer que este livro é maravilhoso, a autora com sua trama romântica, sexy e descontraída me arrancou suspiros e gargalhadas, eu gostei muito da Emma, apesar dela ser loira me identifiquei muito com seus cachinhos que davam um enorme trabalho, rsr, ela é uma mulher sensível, bonita, alegre, teimosa e que conquista o leitor de cara. O James?? OMG!!! Ele é moreno, lindo e rico, tem coisa melhor?! Hehehe, É um homem romântico, atencioso e teimoso. Teve personagens secundários que também me conquistaram como a Clara, a mãe do James e o Fergus. Mas teve também os que detestei como a Fiona, o lorde  MacCreigh e a Penélope.
Enfim amei a capa do livro e li ele em um dia porque é bem fininho: 206 páginas e... vale pena!! Super recomendo!!!


14 comentários:

  1. Olá Jully!
    Simplesmente amei sua resenha *-* Ainda mais por ser de um livro da Meg Cabot <3
    Estou louca para ler esse livro! Parece ser uma outra versão da autora, e quero conhecê-la melhor!
    Beijos,
    Ana M.
    http://addictiononbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ana!
      Obrigado!!
      é um ótimo livro!

      beijos!

      Excluir
  2. Ai, agora estou aqui, super querendo o livro! Detesto quando fico com uma vontade louca de comprar um livro assim, quase não consigo me controlar! <3
    Ótima resenha. ;)

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Luara, mas acredito que vale a pena comprá-lo! srsrs

      Beijos!

      Excluir
  3. Apesar de tantas críticas positivas em relação as obras da Cabot, não tenho tanto interesse em conhecer sua escrita. Se bem me lembro até hoje elogiei apenas um livro, mas pra falar a verdade não lembro qual foi.
    De qualquer forma, acho bacana saber que você aproveitou a leitura dessa obra :D

    Beijos,
    Ricardo - www.overshockblog.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Compreendendo Ricardo, mas quem sabe não vale a pena dar uma chance a Meg? rsrsrs!!
      Obrigado!

      Beijos!

      Excluir
  4. Muito fofo!!
    Li faz um tempão, mas eu lembro que curti muito. Ler a resenha me fez lembrar com carinho da leitura!

    Adorei a resenha!!

    Bjkas

    Lelê Tapias
    http://topensandoemler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele é muito fofo mesmo!!!
      Obrigado! ♥

      Beijos!

      Excluir
  5. Essa autora é show de bola, li A Mediadora dela e lerei outros.
    Beijos e até mais,
    Ana.
    P.s.Curti sua página.
    *retribuindo comentário*

    ResponderExcluir
  6. Não curto muito a Meg Cabot sendo Meg Cabot, mas nunca tive a experiência da autora como Patricia Cabot. Mas também não faz muito meu estilo, por isso não leria.

    memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Primeiramente tenho que dizer que a capa desse livro é MARAVILHOSA, segundo, eu não conhecia o livro e nunca li nada da Meg Cabot acredita? Eu quero muito poder conhecer suas obras e o único livro que tenho dela aqui é o DIARIO DA PRINCESA que ainda não tive oportunidade de pegar para ler. Mas com certeza deve ser lindo, até porque eu já vi o filme milhoes de vezes e dá para imaginar a personagem.
    Mas sua resenha ficou ótima, pois me chamou bastante atenção, principalmente pelo Romance e pelo mocinho da história que também fiquei curiosa de conhecer.
    Simplesmente adorei !! PARABENS !!

    Outra coisa linda, eu estou seguindo o seu blog tá?
    Poderia me retribuir? =] É que vc passou lá no meu cantinho e pediu. hehehe
    bjokas

    lovereadmybooks.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Noossa Silvana não sabia que tinha o filme! heheheh Mas que bacana vou procurar, tenho muita vontade de ler O Diário da Princesa, mas ainda não tive tempo! rsrrsrs!!
      Obrigado!!!

      retribuo sim!

      Beijos!

      Excluir

Obrigado pela visita e deixe seu recado!!